Pensadores, Henry Fayol.

Pensadores, Henry Fayol.

Compartilhe

No primeiro capítulo da nossa série especial sobre grandes pensadores que mudaram o mundo da administração, vamos iniciar por um dos maiores teóricos administrativos que já existiu, Henry Fayol, conhecido por muitos como o Pai da Administração Clássica.

O começo

Jules Henry Fayol nasceu em 1841 na cidade de Istambul, atual Turquia. Em sua primeira formação acadêmica, realizada na França, Fayol conquistou o título de Engenheiro de Minas pela “Escola de Minas Saint-Etienne” seguindo os passos de seu pai que também era engenheiro.

Logo em seu primeiro emprego, em uma companhia metalúrgica quase falida, o jovem engenheiro despontou com um conhecimento dominado sobre os mais diversos assuntos, principalmente na gestão de processos, o que o levou rapidamente a altos cargos dentro da empresa, ajudando a companhia se levantar e evitar a falência.

Em sua época, ainda não existia de forma concreta o termo “administrador”, sendo que as empresas eram conduzidas em suma por funcionários com funções operacionais, como é o caso do próprio Fayol, um engenheiro responsável por setores que hoje seriam delegados a administradores.

Com o desenvolvimento da ideia de que era necessário haver alguém com conhecimento específico sobre gestão (tanto de processos como de pessoas), criou-se o conceito inicial do administrador como profissão, transformando um funcionário operacional em outro voltado à tarefa de tomada de decisões. Para ele, as empresas eram como seres que possuíam pequenas células independentes que deveriam ser geridas por um único indivíduo (ou grupo de indivíduos) comandando-as com uma visão macro do processo e com o conhecimento sobre gestão.

Suas teorias

Boa parte de suas teorias administrativas eram baseadas na visão de administração do topo da empresa até os níveis mais abaixo, passando pela gestão de todos os setores da empresa e dando importância a todos os processos. Fayol possuía esta visão em grande parte por ter despendido o maior tempo de sua vida em cargos de gerência e diretoria, porém passando por vários setores diferentes.

Com uma visão mais ampla da empresa e de suas atividades como um todo, Fayol iniciou um movimento de abordar o ensino e desenvolvimento dos processos administrativos gerais e a aplica-los em seu dia a dia, o que posteriormente ficou conhecido como um dos mais importantes ramos da Teoria Clássica da Administração.

Com o foco no Administrador de Empresa, deu-se início ao desenvolvimento da profissão que, segundo Fayol, seria o responsável por coordenar os demais funcionários da empresa. Ele defendia que uma empresa só atingiria sua plena capacidade produtiva se seus funcionários (principalmente os de alto cargo) fossem capazes de entender que é mais importante uma boa administração baseada em processos bem definidos, do que ter uma equipe totalmente técnica, porém sem conhecimentos gerenciais dos processos.

Os pontos essenciais que um administrador deveria aplicar em qualquer empresa, segundo Fayol, ficou mundialmente conhecida como a teoria dos cincos pontos ou POCCC (Planejamento, Organização, Comando, Coordenação e Controle):

Planejamento: idealização, desenvolvimento e aplicação de metas para que a empresa alcance seus objetivos da melhor forma.

Organização: a organização da empresa consiste na aplicação eficiente dos recursos disponíveis à companhia para alcançar as metas traçadas na fase de planejamento.

Comando: ação do administrador em guiar a empresa de forma organizada na obtenção dos objetivos.

Coordenação: responsabilidade do administrador em coordenar todas as atividades da empresa como um só instrumento para o alcance das metas planejadas.

Controle: acompanhamento que o administrador deve manter junto aos seus processos produtivos para padronização de resultados e verificação de sucesso nas metas.

Os quatorze princípios da Administração.

Fayol acreditava que os resultados alcançados pelas empresas estão intimamente ligados ao comprometimento e capacidade de seus administradores. Desse modo, ele elaborou quatorze princípios fundamentais ao administrador para a excelência em seu trabalho:

  1. Divisão do Trabalho: segmentar e dividir o trabalho em pequenas tarefas específicas, com funcionários especializados.
  1. Autoridade e Responsabilidade: o administrador deve ter a autoridade para comandar os processos da empresa, bem como a responsabilidade de prestação de contas com os donos/sócios da empresa.
  1. Disciplina: tornar as expectativas claras e punir as violações.
  1. Unidade de Comando: segmentação de setores com objetivos bem definidos e um representante de área (chefe/gerente) responsável pelo setor.
  1. Unidade de Direção: o administrador deve guiar seus funcionários para o atingimento dos objetivos da empresa.
  1. Subordinação: os objetivos da empresa estão acima dos objetivos individuais de seus funcionários.
  1. Remuneração do pessoal: importante forma de incentivo aos funcionários da empresa o qual recompensa os esforços dos colaboradores.
  1. Centralização: trazer a responsabilidade da gestão do atingimento das metas a um centro de poder de diretores (ou alta gerência).
  1. Hierarquia: elaboração de um sistema de cargos hierárquicos para melhor distribuição de tarefas.
  1. Ordem: ordenar as tarefas e os insumos da empresa com o objetivo de auxiliar a direção da organização.
  1. Equidade: trazer igualdade perante os funcionários da empresa, não causando conflito entre as diversas classes e setores existentes.
  1. Estabilidade do Pessoal: evitar a rotatividade dos funcionários, o que implica elevados custos de contratação, treinamento e demissão para a empresa.
  1. Iniciativa: desenvolver um ambiente onde todos os funcionários se sintam livres e estimulados a colaborar com novas ideias para a melhoria da empresa.
  1. Espírito de Equipe (União): passa o entendimento aos funcionários que estes fazem parte de um único ser (a empresa) e que todos devem ir juntos em um mesmo caminho, buscando o sucesso da empresa, o que se traduz no sucesso individual.

Então é isso! Agora você já conhece um pouco mais sobre Fayol, suas ideias e teorias. Para continuar aprendendo sobre grandes pensadores da administração, continue acompanhando nossa série especial.

Se gostou não deixe de compartilhar com os amigos! Até a próxima.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta